Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Dívida pública líquida deve permanecer em 40,6% do PIB em agosto

BRASÍLIA - A dívida líquida do setor público deve manter em agosto o mesmo patamar de 40,6% do Produto Interno Bruto (PIB) que registrou em julho. De acordo com o chefe do Departamento Econômico do Banco Central (BC), Altamir Lopes, a principal influência é o recuo nos índices apurados pelo IGP-DI.

Valor Online |

Lopes explicou que a queda no IGP-DI é um fator que ajuda menos na redução da relação entre dívida e PIB. Isso porque o PIB usado pela autoridade monetária para apurar esse indicador tem variação pelo IGP-DI centrado (média geométrica das variações do índice no mês e no mês seguinte).

Assim, quanto maior o PIB, menor é a equivalência da dívida, e vice-versa. Como os demais índices de inflação, o IGP-DI tem recuado nos últimos dias, reduzindo também as projeções do mercado financeiro para esse índice no ano.

Há um mês, por exemplo, o IGP-DI era estimado em 11,59% para 2008, na pesquisa Focus do BC com entidades financeiras. Na semana passada, essa expectativa caiu para 10,69%.

A posição de julho da relação dívida líquida versus PIB teve um acréscimo de 0,2 ponto percentual ante junho, quando estava em 40,4% do PIB. Em termos nominais, a dívida registrou R$ 1,192 trilhão no mês passado ante R$ 1,18 trilhão no mês anterior.

(Azelma Rodrigues | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG