Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Dívida pública federal total cresce 1,66% em agosto, informa Tesouro

BRASÍLIA - A Dívida Pública Federal (DPF) aumentou 1,66% em agosto, para R$ 1,319 trilhão. Em julho, o estoque do endividamento estava em R$ 1,297 trilhão, segundo o Tesouro Nacional.

Redação com Valor Online |

Acordo Ortográfico

A DPF representa a soma do endividamento público interno e externo, em reais.

Esse aumento se deveu ao comportamento da dívida interna federal em títulos, que subiu 1,56% em julho, para R$ 1,223 trilhão, em função da emissão líquida de R$ 6,1 bilhões em títulos, além da apropriação de juros no valor de R$ 12,647 bilhões.

Já a dívida externa aumentou 3,0% sobre julho, passando de R$ 93,51 bilhões para R$ 96,32 bilhões (US$ 58,9 bilhões) em agosto.

Segundo o Tesouro, o acréscimo na dívida externa se deveu principalmente à desvalorização do real frente ao dólar.

Dívida pública interna

O estoque da dívida pública mobiliária federal interna (DPMFI) subiu 1,56% em agosto, para R$ 1,223 trilhão, depois de ficar em R$ 1,204 trilhão em julho.

O Tesouro Nacional fez uma emissão líquida de R$ 6,1 bilhões em títulos, além de ter apropriado juros no valor de R$ 12,647 bilhões.

Considerando as operações de swap cambial, a parcela da dívida atrelada à taxa pós-fixada Selic somou R$ 487,04 bilhões em agosto, ou 39,82% do total do endividamento. Esse percentual é superior ao do mês anterior, quando as dívidas corrigidas pela Selic representavam 39,66% do total.

Os papéis prefixados passaram do equivalente a 30,88% para 31,45% do total, correspondendo a R$ 384,64 bilhões. A parcela de títulos públicos federais atrelada a índices de preços verificou decréscimo na composição do total, saindo de 29,47% em julho para 29,12%, ou R$ 356,23 bilhões, em agosto.

Pelos dados do Tesouro, o governo encerrou o mês passado credor em dólar, no equivalente a R$ 26,04 bilhões, com a posição ativa dessa fatia equivalente a 2,13% do estoque da dívida mobiliária federal interna em agosto. No mês anterior, essa participação era de 2,07%.

Leia mais sobre dívida pública

Leia tudo sobre: divida publica

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG