Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Dívida portuguesa volta a cair por causa da desconfiança dos mercados

Lisboa, 24 set (EFE).- A cotação da dívida portuguesa voltou a registrar hoje novos valores mínimos por causa da desconfiança dos mercados em relação ao avultado déficit fiscal de Portugal, cuja gestão tem, além disso, causado confrontos entre Governo e oposição.

EFE |

Lisboa, 24 set (EFE).- A cotação da dívida portuguesa voltou a registrar hoje novos valores mínimos por causa da desconfiança dos mercados em relação ao avultado déficit fiscal de Portugal, cuja gestão tem, além disso, causado confrontos entre Governo e oposição. Os juros que os investidores internacionais pedem para comprar obrigações a dez anos do Tesouro português atingiram hoje 6,42%, a cotação máxima desde a introdução do euro, em 2002, e rondaram os 420 pontos básicos de diferença entre o bônus português e o alemão, segundo fontes do mercado. Enquanto isso, o Governo socialista do país, em minoria parlamentar, e o principal partido da oposição, o Social Democrata (PSD, centro-direita) se enredaram em uma guerra de reprovações sobre os orçamentos do Estado para 2011, que os conservadores se negam a apoiar se forem incluídos novos aumentos de impostos. EFE ecs/ma

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG