Tamanho do texto

A dívida dos países europeus continuará a subir em 2011 e baterá novo recorde. Os dados foram divulgados ontem pela Comissão Europeia, indicando que o endividamento atingirá 88,5% do PIB europeu.

A dívida dos países europeus continuará a subir em 2011 e baterá novo recorde. Os dados foram divulgados ontem pela Comissão Europeia, indicando que o endividamento atingirá 88,5% do PIB europeu. Entre os governos, o maior déficit nas contas públicas será do Reino Unido, que vai superar o da Grécia. Além da expansão dos déficits, a projeção da UE é de que a recuperação da economia europeia continua "cercada de incertezas". A economia do bloco terá uma expansão em 2010 acima do que se previa. Mas, ainda assim, o crescimento será de apenas 0,9%, ante uma projeção inicial de 0,7%. Mas a expansão não será suficiente para reverter as perdas de 2008 e 2009. Em 2011, o crescimento será de 1,5%. Todos, exceto a Grécia, crescerão em 2011. Em Atenas, com sua economia assolada por uma crise financeira e agora social, a contração será de 3% a 4% do PIB neste ano. E o país só sairá da recessão em 2012. Outro país que não sairá da recessão em 2010 é a Espanha, que terá uma contração no PIB de 0,4%. Mesmo diante das incertezas do mercado, a Comissão prevê que Portugal crescerá em 0,5% neste ano, depois de sofrer uma contração de 2,7% em 2009. Ontem, o comissário de Assuntos Monetários da UE, Olli Rehn, tentou em vão acalmar os mercados, alertando que apenas a Grécia precisaria de ajuda.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.