Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Dívida líquida industrial da Fiat dispara e ações afundam

MILÃO (Reuters) - O grupo italiano Fiat informou que custos mais altos pressionaram a dívida industrial da empresa que subiu para 5,9 bilhões de euros (7,7 bilhões de dólares) em 2008, quase três vezes mais o que previa anteriormente para o ano. As ações da Fiat caíam mais de 8 por cento nesta quinta-feira antes de serem suspensas em Milão. Depois da retomada dos negócios, os papéis ampliaram a baixa para mais de 10 por cento.

Reuters |

"Isso significa que a Fiat queimou uma grande quantidade de dinheiro", disse um analista pedindo para não ser identificado.

A Fiat informou em relatório de resultados que tinha 3,9 bilhões de euros em liquidez no final do ano passado.

Para 2009, a companhia espera que a dívida líquida industrial do grupo caia abaixo dos 5 bilhões de euros.

A companhia divulgou lucro de 3,6 bilhões de euros em 2008 contra expectativa média de analistas de 3,16 bilhões de euros. A montadora informou que 2009 será "particularmente difícil" e que prevê que a demanda global por seus produtos vai cair cerca de 20 por cento no ano.

Separadamente, o jornal italiano La Repubblica publicou que a família fundadora da Fiat está considerando um aumento de capitald e cerca de 2 bilhões de euros com um olho em uma possível fusão com a francesa PSA Peugeot Citreon. Mas a Fiat informou que as informações sobre o possível aumento de capital "não têm fundamento".

A notícia foi publicada dois dias depois que a Fiat anunciou uma aliança com a montadora norte-americana Chrysler.

(Por Gilles Castonguay)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG