Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Dívida externa estimada para setembro vai a US$ 243,7 bilhões

BRASÍLIA - A dívida externa do Brasil estimada para setembro cresceu para US$ 243,792 bilhões, ante posição fechada de junho de US$ 228,594 bilhões, apontou o Banco Central (BC)

Valor Online |

BRASÍLIA - A dívida externa do Brasil estimada para setembro cresceu para US$ 243,792 bilhões, ante posição fechada de junho de US$ 228,594 bilhões, apontou o Banco Central (BC). A dívida de médio e longo prazos projetada para setembro ficou em US$ 190,786 bilhões, contra os US$ 182,724 bilhões fechados em junho. A dívida de curto prazo avançou para US$ 53,006 bilhões, em relação aos US$ 45,869 bilhões somados em junho. Os empréstimos intercompanhias das multinacionais a suas subsidiárias no país se situaram em US$ 86,193 bilhões. Somando-se esses empréstimos, desconsiderados da dívida externa líquida, a dívida bruta foi projetada em US$ 329,985 bilhões, passando a posição fechada de US$ 309,510 bilhões em junho. (Azelma Rodrigues | Valor)

Leia tudo sobre: Brasil

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG