SÃO PAULO - Os contratos de juros futuros ensaiaram uma correção nesta sexta-feira, operando com leve alta durante parte da manhã, mas as apostas de juros menores voltaram a falar mais alto. Há pouco, na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM & F), o contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) com vencimento para janeiro de 2010 registrava queda de 0,05 ponto, a 9,72%. O contrato para janeiro 2011 recuava 0,05 ponto, a 10,03%.

E janeiro 2012 apontava 10,54%, também baixa de 0,05 ponto.

Na ponta curta, o DI para abril de 2009 marcava 11,10%, sem alteração. Maio de 2009 tinha leve baixa de 0,01 ponto, a 11,08%. E julho de 2009 recuava 0,04 ponto, projetando 10,36%.

O gerente da mesa financeira da Hencorp Commcor Corretora, Rodrigo Nassar, comenta que um ajuste técnico seria algo saudável, tento em vista a queda acentuada dos últimos dias. Mas a redução nos prêmios de risco está em linha com a realidade do mercado.

Avaliando o horizonte de política monetária, Nassar nota que ainda é cedo para fazer apostas quanto à próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), mas ao menos dois cortes de 0,75 ponto percentual já estão precificados no mercado futuro.

Ainda de acordo com o gerente, a ata referente à reunião de janeiro do Copom não deu margem para especulações quanto ao próximo passo do Banco Central (BC). Portanto, a atenção segue voltada para os desenvolvimento no mercado externo e as sinalizações provenientes dos dados de inflação e atividade no front doméstico.

Na agenda da semana que vem, foco no Índice de Preços ao Consumidor Amplo - 15 (IPCA-15) de março, prévia da inflação oficial, e para os dados de emprego do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

No lado externo, as taxas de juros de outros mercados emergentes continuam caindo. O banco central do México reduziu a taxa básica do país em 0,75 ponto percentual, para 6,75% ao ano. A redução foi maior do que a esperada e a autoridade monetária revelou que aguarda fraco crescimento da economia no primeiro trimestre.

(Eduardo Campos | Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.