Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

DIs voltam a apontar para baixo projetando corte na Selic

SÃO PAULO - Com os agentes consolidando as apostas em torno de uma redução de 0,5 ponto percentual na taxa Selic agora em janeiro, os contratos de juros futuros dão continuidade ao movimento de baixa iniciado no final de 2008. Tal percepção ganhou corpo com a divulgação do Boletim Focus do Banco Central, que projeta taxa básica de 13,25% em janeiro, contra os atuais 13,75%. No entanto, a sondagem do BC com os agentes de mercado segue apontando Selic em 12% no fechamento do ano.

Valor Online |

Refletindo os dados, os contratos de Depósito Interfinanceiro (DI) se ajustaram para baixo na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM & F). O vencimento para janeiro de 2010, o mais negociado, apontou queda de 0,07 ponto percentual, para 12,07%. O contrato para janeiro 2011 fechou com perda de 0,14 ponto, a 12%. E janeiro 2012 apontava 12,06%, desvalorização de 0,11 ponto.

Na ponta curta, o contrato para fevereiro de 2009 destoou do mercado subindo 0,04 ponto percentual, para 13,40%, enquanto julho de 2009 recuou 0,03 ponto, projetando 12,65% ao ano.

Até as 16h15, antes do ajuste final de posições, foram negociados 241.635 contratos, equivalentes a R$ 21,26 bilhões (US$ 9,12 bilhões). O vencimento de janeiro de 2010 foi o mais negociado, com 127.915 contratos, equivalentes a R$ 11,43 bilhões (US$ 4,91 bilhões).

Para o economista-chefe da consultoria UpTrend, Jason Vieira, parte do mercado está muito otimista. Pelo histórico de atuação do Banco Central brasileiro, um corte de 0,5 ponto percentual é algo difícil de acontecer em abertura de ciclo, avalia ele. Fora isso, o cenário para o ano continua bastante incerto para se apostar em corte de juros de 13,75% para 12% no decorrer do ano.

Por outro lado, Vieira lembra que, do ponto de vista prático, a diferença entre 0,25 ponto e 0,5 ponto é muito pequena, a questão mesmo é a condução das expectativas.

Para o especialista, se esse otimismo do mercado com a taxa de juros não se confirmar as curvas podem passar por acentuada correção de alta. "Está muito cedo para fechar projeção com tanta certeza para os juros. Parece que todos estão fixos em um cenário de crescimento econômico pela metade e que o BC vai derrubar o juro em 1,75 ponto percentual até o final do ano."
Ainda de acordo com Vieira, alguns vencimentos já começam a atingir seu limite de baixa, caso do DI para janeiro de 2010, que se aproxima dos 12%, ou seja, embute todo o corte de juros esperado para o ano.

(Eduardo Campos | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG