SÃO PAULO - Depois de uma pausa na segunda-feira, os contratos de juros futuros voltaram a acumular prêmio de risco na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM & F), mesmo sem novos dados relevantes sobre inflação e crescimento. Por volta das 12 horas, na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM & F), o contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) com vencimento em maio não registrava negócios. Julho de 2010 subia 0,03 ponto, a 9,34%.

SÃO PAULO - Depois de uma pausa na segunda-feira, os contratos de juros futuros voltaram a acumular prêmio de risco na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM & F), mesmo sem novos dados relevantes sobre inflação e crescimento. Por volta das 12 horas, na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM & F), o contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) com vencimento em maio não registrava negócios. Julho de 2010 subia 0,03 ponto, a 9,34%. Janeiro de 2011 avançava 0,04 ponto, a 10,57%. Entre os vencimentos mais longos, janeiro de 2012 aumentava 0,03 ponto, a 11,77%. Janeiro 2013 ganhava 0,02 ponto 12,14%. E janeiro 2014 acumulava 0,01 ponto, a 12,27%. Na visão do estrategista de renda fixa da Coinvalores, Paulo Nepomuceno, o mercado está querendo um pouco mais de prêmio em função da incerteza que ronda a próxima decisão do Comitê de Política Monetária (Copom). De acordo com Nepomuceno, a ala de mercado que trabalhava com ajuste da taxa básica já em março, está empurrando o BC para uma alta maior, de 0,75 ponto. No entanto, há argumento também para o 0,5 ponto, segundo o especialista. Primeiro porque esse parece ser o plano original da autoridade monetária. Segundo, a saída de Mário Mesquita, visto como um membro mais conservador, fortalece a alta mais gradualista dentro do Copom. "Como o mercado não tem certeza, o mercado perde mais prêmio e a curva empina", explica Nepomuceno. Na gestão da dívida pública, o Tesouro realiza a primeira etapa do leilão de Notas do Tesouro Nacional Série B (NTN-B) e também faz resgate antecipado dessas notas. (Eduardo Campos | Valor)
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.