SÃO PAULO - A presidente da unidade regional do Federal Reserve (Fed) de São Francisco, Janet Yellen, rejeitou hoje as críticas de que os Estados Unidos correm o risco de sofrer um processo inflacionário por conta da forte expansão monetária que tem sido feita. De acordo com ela, a deflação será um risco maior para os EUA que a alta de preços por algum tempo.

Segundo Yellen, não haverá passo atrás nas recentes decisões tomadas pelo Fed, como deixar a taxa de juros próxima de zero por um longo prazo e também de iniciar a compra de treasuries e de reforçar a compra de títulos ligados a hipotecas.

Ainda em seu discurso, Yellen comentou que o Produto Interno Bruto dos EUA poderá mostrar taxas positivas em alguns dos próximos trimestres, mas isso não significará necessariamente que a economia estará se recuperando. Ela nota, por exemplo, que o nível de desemprego permanecerá elevado até o final de 2011.

(Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.