Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Diretoria da Abin foi afastada para garantir transparência, diz Lula

VITÓRIA - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou hoje (2), em Vitória (ES), que a determinação do governo de afastar temporariamente toda a cúpula da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) foi tomada para garantir a transparência nas investigações sobre o envolvimento do órgão nas denúncias de escutas telefônicas ilegais.

Valor Online |

Esse problema, por enquanto, está resolvido: a decisão pelo afastamento [da direção da Abin] foi tomada para mostrar que haverá transparência nas investigações. Se algum de vocês souber de alguma coisa é só falar - porque a fonte conversou foi com vocês jornalistas, não foi comigo. Se quiserem me facilitar as investigações, a gente pode resolver logo o problema. Se não quiser, nós temos que investigar a coisa com muita profundidade, disse o presidente.

Lula foi questionado por jornalistas sobre a crise gerada entre os Poderes Executivo e Judiciário, a partir de notícias que tornam a Abin suspeita de ter realizado escutas ilegais no gabinete do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Gilmar Mendes, e de outras autoridades, conforme reportagem publicada na edição desta semana da revista Veja. A Polícia Federal vai investigar o caso.

O governo anunciou a decisão do afastamento da cúpula da Abin, ontem à noite, horas depois de o presidente Lula ter se reunido com Gilmar Mendes, no Palácio do Planalto, para tratar do assunto. Nota divulgada pelo Palácio do Planalto, logo após a decisão pelo afastamento, já informava que a decisão havia sido tomada com o objetivo de garantir a transparência.

As declarações do presidente Lula foram dadas logo após a cerimônia de comemoração pelo início da produção do primeiro óleo da camada pré-sal na costa do estado do Espírito Santo.

(Agência Brasil)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG