Washington - O diretor de assuntos financeiros do Fundo Monetário Internacional (FMI), Jaime Caruana, disse hoje que a compra de ações de bancos com dinheiro público é fundamental para resolver a crise financeira.

"É fundamental e é uma das medidas que deveria ser prioritária", disse à Agência Efe Caruana na sede do FMI, em Washington, onde neste fim de semana se reúnem os ministros da Economia de todo o mundo para abordar a crise.

A possibilidade será tratada hoje também na cúpula extraordinária de chefes de Estado da zona do euro em Paris.

Caruana destacou que a solução para a crise passa por fortalecer o capital das instituições, facilitar o financiamento das entidades, em um momento em que os mercados de crédito estão praticamente congelados, e pela compra por parte de Governos dos títulos de má qualidade dos bancos.

A recapitalização é, em particular, uma das medidas "prioritárias, nas entidades em que sejam viáveis e em que seja necessário introduzir capital", frisou.

Reino Unido e Estados Unidos já anunciaram oficialmente planos para entrar no conjunto de acionistas das entidades financeiras.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.