Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Diretor de departamento do FMI pede maior regulação de mercados

Frankfurt (Alemanha), 26 set (EFE) - O diretor do departamento de Assuntos Monetários e Mercados de Capitais do Fundo Monetário Internacional (FMI), Jaime Caruana, destacou hoje a necessidade de criar uma regulação do sistema financeiro para enfrentar melhor situações de crise.

EFE |

Em uma conferência sobre "O marco de estabilidade financeira para a Europa", Caruana disse que é fundamental que as autoridades reguladoras compartilhem a informação que dispõem com os bancos centrais.

Algumas autoridades monetárias, como o Banco Central Europeu (BCE), não têm funções de supervisão do sistema financeiro.

O membro italiano do comitê executivo do BCE, Lorenzo Bini Smaghi, destacou que ocorrem conflitos de interesses às vezes pouco reconhecidos entre as partes envolvidas nos diferentes setores dos mercados.

Os setores menos regulados são os que assumiram mais riscos e foram os mais inovadores e os que mais benefícios tiveram.

Neste sentido, Bini Smaghi destacou que há um incentivo nos participantes dos mercados a ter menos regulação, pelo menos para a parte da indústria na qual operam, e que estes participantes têm capacidade de influir nos legisladores.

Além disso, Bini Smaghi insistiu em que é preciso "se convencer de que os problemas estão por todos os lados e que necessitamos de uma revisão completa do marco financeiro".

Para explicar a atual crise dos mercados financeiros, Bini Smaghi destacou que toda a infra-estrutura financeira está afetada atualmente por uma falta de confiança.

Pervenche Berès, membro socialista do Comitê de Assuntos Econômicos e Monetários do Parlamento Europeu, considerou que é necessário que o BCE assuma funções de supervisão financeira e criar um sistema europeu de supervisores nacionais.

Além disso, esta supervisão deve poder acompanhar a capacidade de inovação dos mercados financeiros, segundo Berès. EFE aia/db

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG