Tamanho do texto

RIO - O diretor de exploração e produção da Petrobras, Guilherme Estrella, afirmou que o plano de negócios da companhia para o período 2009-2013, que está sendo discutido pela diretoria da companhia, não deve contemplar redução de investimentos. Não é premissa do plano de 2009 a 2013 a diminuição de investimentos, tampouco a exclusão e a não realização dos nossos projetos, disse Estrella, que participa do Fórum Nacional, promovido pelo Instituto Nacional de Altos Estudos, na sede do BNDES. De acordo com ele, os investimentos na região da camada pré-sal vão se somar aos projetos que já estão incluídos no plano atualmente em vigor, que engloba o quinqüênio 2008-2012. Neste plano, a Petrobras prevê investimentos de US$ 112,4 bilhões.

No início da semana, o diretor de abastecimento da estatal, Paulo Roberto Costa, revelou que a expectativa é de que o novo plano de negócios seja aprovado na reunião de conselho de administração da companhia no dia 19 de dezembro.

(Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.