Genebra - O diretor-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC), Pascal Lamy, decidiu nesta sexta-feira não convocar uma reunião ministerial em dezembro por não haver consenso suficiente para poder concluir a Rodada de Desenvolvimento de Doha este ano, segundo confirmaram fontes latino-americanas.

Lamy tomou a decisão após as consultas que manteve com os ministros de Austrália, Brasil, China, Estados Unidos, Índia, Japão e União Européia, e com os chefes de delegação dos outros países que o convenceram de que ainda há muitos pontos de desacordo que impedem conseguir o consenso necessário.

As negociações da Rodada de Doha, que começaram em 2001, têm como objetivo liberalizar o comércio mundial através do corte das tarifas e da redução dos subsídios à agricultura.

Leia mais sobre Rodada Doha

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.