Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Diretor da OMC cogita convocar reunião para destravar rodada de Doha

Genebra - O diretor-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC), Pascal Lamy, afirmou nesta quarta-feira que não descarta convocar uma nova reunião ministerial antes do fim do ano para tentar liberar a Rodada de Desenvolvimento de Doha.

EFE |

"Agora, não posso dizer que farei isso, mas também não posso dizer que não existe a possibilidade", respondeu Lamy à pergunta de se pretende convocar uma nova reunião de ministros de Comércio em Genebra antes do fim do ano.

O diretor-geral explicou que, para tomar a decisão de convocá-la, são necessárias duas condições, uma política e uma técnica.

A política consistiria em ver se há "energia política que indique que se avançará além de onde ficamos em julho".

A técnica seria saber se os ministros estão preparados para estar em Genebra com propostas de trabalho realizáveis.

"Ainda não tenho as respostas a estas perguntas", afirmou Lamy.

Sobre o fato de que, caso houvesse a reunião ministerial, seria preciso negociar com a Administração americana que deixa o poder, Lamy disse que ele discutirá com quem tiver o mandato para fazê-lo nesse momento sem levar em conta o contexto futuro.

Nas últimas horas, diversas vozes, entre as quais se encontrava o primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, ou a comissária européia de Comércio, Catherine Ashton, expressaram sua vontade de que a rodada seja destravada nos próximos dias ou semanas.

Além disso, durante a reunião de hoje do Conselho Geral da OMC, diversos países-membros evidenciaram sua posição de concluir o acordo o mais rápido possível.

A Rodada de Doha é negociada há sete anos com o objetivo de liberalizar o comércio mundial.

Leia mais sobre Rodada Doha

Leia tudo sobre: rodada doha

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG