Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Devolução de cheques sem fundo aumenta 7,5% em novembro, diz Serasa

SÃO PAULO - A inadimplência medida pela devolução de cheques sem fundos entre os meses de novembro e outubro deste ano cresceu 7,5%. Foram devolvidos, neste período, 20,1 cheques para cada mil compensados. No acumulado do ano até novembro, a proporção das devoluções em relação aos cheques compensados cresceu 1% frente ao mesmo intervalo de 2007, com 19,8 cheques sem fundos por mil compensados.

Redação com Valor Online |

Na comparação com os dados de novembro deste ano com o mesmo período do ano passado, este porcentual cresceu 12,5%, com 21,6 cheques devolvidos para cada mil compensados - maior volume registrado neste ano. Segundo dados da Serasa Experian, dos 105,44 milhões de cheques compensados, 2,28 milhões foram devolvidos por insuficiência de fundos.

Na avaliação de técnicos do Serasa, o aumento verificado em novembro é afetado pela sazonalidade do último trimestre do ano, quando há maior descontrole dos gastos, sobretudo dos pré-datados que financiaram compras para o Dia das Crianças, em outubro.

Entretanto, o fato de o patamar de novembro ter sido o maior de todo o ano é justificado não só pela sazonalidade, mas também pela redução da oferta de crédito e nível alto de endividamento dos brasileiros.

Apesar da expansão do indicador de inadimplência em todas as bases comparativas, a Serasa não faz previsão de tendência para o comportamento do índice em dezembro, pois falta ainda ser captado o uso do 13º salário na regularização de dívidas.

Leia tudo sobre: inadimplência

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG