Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Devolução de cheques cresce 1,1% em setembro ante 2007, calcula Serasa

SÃO PAULO - O número de cheques devolvidos por falta de fundos aumentou 1,1% em setembro, frente ao apurado no mesmo mês do ano passado. Segundo levantamento da Serasa, 119,49 milhões de cheques foram emitidos no mês passado, dos quais 2,14 milhões foram devolvidos por falta de fundos, o que indica uma relação de 17,9 cheques devolvidos para cada mil compensados.

Valor Online |

Em setembro de 2007, essa relação era de 17,7 cheques devolvidos por mil compensados. Na comparação com agosto de 2008, houve variação negativa de 0,6%, já que a Serasa registrou 18 cheques devolvidos para cada mil compensados naquele mês.

No acumulado dos nove primeiros meses do ano, 19,5 cheques foram devolvidos a cada mil compensados. Esse índice está 1,5% abaixo do registrado no mesmo período do ano passado, afirma a Serasa. De janeiro a setembro, 1,05 bilhão de cheques foram enviados para compensação, sendo que 20,5 milhões foram devolvidos por falta de fundos.

Para os técnicos da Serasa, a alta dos juros e o maior grau de endividamento do consumidor têm elevado o nível da inadimplência com cheques como mostra a comparação entre os meses de setembro deste ano e do ano passado.

Para explicar o recuo de 1,5% nos cheques sem fundo nos nove primeiros meses de 2008, a Serasa afirma que há uma migração da inadimplência do cheque pré-datado para outras formas de financiamento, como dívidas junto a bancos e cartão de crédito, por exemplo.

Na avaliação do período de janeiro a setembro, a região Norte continua sendo a área com maior índice de devolução de cheques, de 41,9 por mil compensados. O Estado de São Paulo é a região com menor índice, de 15,3 cheques devolvidos por mil compensados.

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG