Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Deutsche Telekom aumenta lucro líquido no primeiro semestre do ano

Frankfurt (Alemanha), 7 ago (EFE).- A maior companhia de telecomunicações da Europa, a Deutsche Telekom, aumentou seu lucro líquido no primeiro semestre do ano para 1,38 bilhão de euros (US$ 2,14 bilhões), 21,9% a mais do que no mesmo período de 2007, principalmente por causa da redução de custos.

EFE |

Também teve um efeito positivo o aumento das margens de lucro na divisão de celular na Alemanha, nos Estados Unidos e em países do leste europeu (Polônia, República Tcheca e Eslováquia).

No entanto, o faturamento diminuiu entre janeiro e junho em 3%, indo para 30,1 bilhões de euros (US$ 46,65 bilhões), em comparação ao montante dos seis primeiros meses do ano anterior, por causa dos efeitos da força do euro diante do dólar e da libra esterlina.

O presidente da Deutsche Telekom, René Obermann, afirmou que avançou "na primeira metade do ano nos objetivos estratégicos tanto na atividade operacional como na redução de custos".

Obermann confirmou as previsões de crescimento para o conjunto do ano de um lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (Ebitda) de aproximadamente 19,3 bilhões de euros (US$ 29,91 bilhões), mais que em 2007.

O fluxo de caixa (previsão de entradas e saídas de recursos financeiros por um determinado período) foi, nos seis primeiros meses do ano, de quase 3,6 bilhões de euros (US$ 5,58 bilhões), 58,2% a mais do que no primeiro semestre de 2007.

A divisão de celular T-Mobile diminuiu entre janeiro e junho o faturamento na Alemanha (3,1%) e nos EUA (0,8%), neste último por causa da fraqueza do dólar.

No entanto, a T-Mobile tinha no último dia 30 de junho 31,5 milhões de clientes nos EUA, 4,6 milhões a mais que no ano anterior.

O volume de negócios da T-Mobile também caiu nos dois primeiros trimestres no Reino Unido (11,5%) por causa da valorização do euro frente à libra e pela forte concorrência no mercado britânico.

A divisão de telefonia fixa e banda larga (T-Home) reduziu o faturamento até junho em 5,3%.

A Deutsche Telekom se mostrou satisfeita com o programa de economia implementado há dois anos, que permitiu reduzir custos, até meados de junho, no valor de três bilhões de euros (US$ 4,65 bilhões).

Na primeira metade do atual ano econômico, a maior parte da economia aconteceu na divisão de telefonia fixa e banda larga.

Na Bolsa de Frankfurt, as ações da Deutsche Telekom subiam 2,1%, para 11,59 euros, após a apresentação dos resultados trimestrais.

EFE aia/fh/fal

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG