SÃO PAULO - O Deutsche Bank registrou prejuízo líquido de 4,8 bilhões de euros no quarto trimestre de 2008, invertendo a direção tomada um ano antes, de lucro de 1 bilhão de euros. Antes de impostos, o prejuízo ficou em 6,2 bilhões de euros, também contrário ao resultado apurado nos três meses finais de 2007, de lucro de 1,4 bilhão de euros. As receitas líquidas foram negativas em 885 milhões de euros.

Para o ano de 2008 completo, o banco teve prejuízo líquido de 3,9 bilhões de euros e uma perda antes de impostos de 5,7 bilhões de euros. Diluído por ação, o prejuízo foi de 7,61 euros no exercício passado depois de um lucro de 13,05 euros nos 12 meses antecedentes.

O Conselho de Administração e o Conselho de Supervisão da instituição recomendaram um dividendo de 0,5 euro por ação, comparável aos 4,50 euros o papel para 2007.

"Estamos muito desapontados com o resultado do quarto trimestre e consequentemente com o prejuízo em 2008. As condições operacionais no trimestre foram completamente sem precedentes e expuseram algumas debilidades em nosso modelo de negócios", afirmou o presidente do Conselho de Administração do Deutsche Bank, Josef Ackermann.

Por isso, completou em nota disponível na página eletrônica do banco, o Deutsche Bank está reposicionando sua plataforma em algumas de suas principais atividades. A instituição prevê a continuidade de condições muito difíceis para a economia global, mas acredita na força do grupo para contornar os desafios.

(Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.