Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Deutsche Bank se diz otimista após perda recorde em 2008

FRANKFURT - O presidente do Deutsche Bank, Josef Ackermann, confirmou nesta quinta-feira que o banco sofreu em 2008 a maior perda líquida desde a Segunda Guerra Mundial (1939-45), de 3,9 bilhões de euros (cerca de US$ 4,992 bilhões), mas se disse otimista em relação a 2009. O motivo foi que a receita de janeiro de 2009, na casa dos 2,8 bilhões de euros (US$ 3,584 bilhões), superou a registrada no mesmo período do ano passado.

EFE |

Para o presidente do banco alemão, isto permite que ele se mostre otimista em relação a este ano. A receita total do ano passado foi de 13,5 bilhões de euros (US$ 17,28 bilhões), após perdas de 7 bilhões de euros (8,96 bilhões).

As provisões para riscos na divisão de créditos aumentaram 76% em 2008, chegando a 1,1 bilhão de euros (US$ 1,408 bilhão). No último trimestre de 2008, então, o Deutsche Bank perdeu 4,8 bilhões de euros ou US$ 6,384 bilhões.

Leia tudo sobre: deutsche bank

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG