Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Desligamento de térmicas faz Petrobras reduzir compra de gás boliviano

RIO - A Diretoria de Gás e Energia da Petrobras comunicou hoje que a empresa reduziu a importação de gás natural da Bolívia. A empresa atribuiu a redução temporária da compra de gás boliviano ao fato de estar impedida de gerar energia elétrica na Região Sudeste pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS).

Valor Online |

A Petrobras gera energia elétrica a gás natural nas usinas termelétricas, e o desligamento dessas unidades, resultando em diminuição do consumo, fez com que a estatal reduzisse a importação de gás da Bolívia. O volume adquirido atualmente pela empresa não seria, contudo, inferior a 19 milhões de metros cúbicos por dia, informou a assessoria da Diretoria de Gás e Energia. Este é o volume mínimo pelo qual a estatal deve pagar a Bolívia, mesmo que não use o combustível.

O Ministério de Minas e Energia confirmou que o Conselho de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE) deve anunciar sexta-feira o desligamento de usinas termelétricas no país. O conselho também deve informar na ocasião quais as térmicas que sairão do sistema e sua localização.

A operação dessas usinas, que geram energia a um custo mais elevado, não é necessária no momento porque, com as chuvas que caem em diferentes partes do Brasil, os reservatórios das hidrelétricas estão cheios de água, garantindo a geração de energia a um custo mais baixo.

(Agência Brasil)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG