Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Desemprego fica estável em fevereiro, diz IBGE

Taxa de desocupação nas seis regiões metropolitanas fechou o mês em 7,4%, levemente acima dos 7,2% observados em janeiro

Klinger Portella, iG São Paulo |

O desemprego no Brasil ficou estável no mês de fevereiro, na comparação com o primeiro mês de 2010, segundo dados divulgados nesta quinta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A taxa de desocupação encerrou o mês em 7,4%, levemente acima dos 7,2% de janeiro. Na comparação com fevereiro de 2009, no entanto, houve queda de 1,1 ponto percentual na taxa de desemprego no País.

"A população desocupada (1,7 milhão) não variou na comparação mensal e recuou (-11,3%) em relação a fevereiro de 2009 (menos 220 mil pessoas)", informou o IBGE.

A população ocupada, por sua vez, permaneceu estável em 21,7 milhões de pessoas em relação a janeiro. Frente a fevereiro de 2009, houve crescimento de 3,5%, com a geração de 725 mil postos de trabalho. Na análise por grupamento de atividade, todos os setores tiveram estabilidade na população ocupada. Somente serviços domésticos registrou baixa, de 3,4% frente a janeiro.

"No confronto com fevereiro de 2009, três grupamentos apresentaram acréscimo na ocupação: Construção (8,1%), Serviços prestados a empresas, aluguéis, atividades imobiliárias e intermediação financeira (3,9%) e Outros Serviços (6,1%)", completou o IBGE.

DESEMPREGO NO BRASIL

Evolução da Taxa de desocupação nas seis Regiões Metropolitanas (Fonte IBGE / em %)
Passe o mouse sobre a linha e veja os índices

Gerando gráfico...

Emprego formal

O número de trabalhadores com carteira assinada chegou a 10 milhões de pessoas, alta de 1,6% sobre janeiro de 2010, o que significa a criação de 156 mil empregos formais no Brasil em fevereiro. Em relação a fevereiro de 2009, houve alta de 6,4%, mais 598 mil empregos com carteira assinada.

Rendimento

O rendimento médio real dos trabalhadores subiu 1,2% e fechou fevereiro em R$ 1.389,90. Frente a igual período do ano passado, a alta foi menor: de 0,9%.

Regiões

A região metropolitana de Porto Alegre teve a maior variação da taxa de desemprego em fevereiro. O desemprego saltou de 4,3% para 5,1% no mês. Na comparação anual, houve recuo de 1 ponto percentual no indicador.

Em São Paulo, a taxa não se modificou em janeiro, mas caiu cerca de 2 pontos percentuais frente a fevereiro de 2009, segundo o IBGE.

Leia tudo sobre: DesempregoIBGE

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG