SÃO PAULO - O contingente de desempregados na Alemanha recuou em 40 mil pessoas na passagem de julho para agosto, ficando em 3,2 milhões de pessoas, respeitando ajuste sazonal. O decréscimo foi maior do que aquele previsto por muitos analistas.

Pelo critério dessazonalizado, o número de pessoas desocupadas na Alemanha situou-se em 3,196 milhões de pessoas e a taxa de desemprego passou de 7,7% em julho para 7,6% no mês seguinte, o nível mais baixo desde maio de 1992.

Os números sinalizam que, apesar de a economia alemã mostrar perda de dinamismo, isso ainda não se refletiu no mercado de trabalho.

(Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.