O Indicador Serasa Experian de Perspectiva do Crédito ao Consumidor caiu 1,3% em abril de 2010

O ritmo de concessão de crédito ao consumidor deverá passar por um processo de desaceleração, especialmente durante o segundo semestre de 2010, segundo a Serasa. O Indicador Serasa Experian de Perspectiva do Crédito ao Consumidor, divulgado nesta segunda-feira, caiu 1,3% em abril de 2010, a quinta queda mensal consecutiva, atingindo o valor de 103,7.

De acordo com análise dos economistas da Serasa, entre os fatores para um crescimento mais moderado do crédito aos consumidores estão o atual ciclo de aperto monetário, os cortes orçamentários e a retirada dos estímulos fiscais às aquisições de bens duráveis. "Entretanto, tal desaceleração tende a ser gradual", indica a Serasa.

O objetivo dos Indicadores Serasa Experian de Perspectiva é antever, num horizonte de seis meses, em que fase do ciclo estarão as seguintes variáveis econômicas: atividade econômica, concessões reais de crédito ao consumidor, concessões reais de crédito às empresas, inadimplência do consumidor e inadimplência das empresas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.