Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Desaceleração da economia segue puxando preço do petróleo para baixo

SÃO PAULO - O preço do petróleo voltou a cair nesta segunda-feira com a perspectiva de que uma recessão na economia reduza o consumo mundial de combustível. Nem mesmo a notícia de que a venda de casas novas nos EUA subiu 2,7% em setembro pôde reverter a trajetória de queda no preço do barril.

Valor Online |

O contrato de WTI negociado para dezembro de Nova York fechou valendo US$ 63,22, recuando US$ 0,93. O contrato para janeiro de 2009 declinou US$ 0,87, para US$ 63,71. Em Londres, o barril de Brent para dezembro fechou valendo US$ 61,41, com desvalorização de US$ 0,64. O vencimento para o mês seguinte sofreu queda de US$ 0,45, para US$ 63,19.

O recuo nos preços de hoje, no entanto, foi significativamente menor do que na sessão da última sexta-feira, quando o barril se desvalorizou mais de US$ 3. Hoje, ao final do pregão, a retração não passou de US$ 1.

Na sexta-feira, a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) decidiu reduzir sua produção diária em 1,5 milhão de barris a partir de novembro. Em 17 de dezembro, o cartel volta a se reunir para promover outro corte. Apesar da ofensiva para tentar elevar os preços, as medidas pareceram pouco eficazes nos dois últimos pregões.

Segundo analistas, a decisão da Opep não interessa ao mercado, pelo menos neste momento. Os olhos estão todos voltados para o mercado de ações, esperando para saber a real profundidade desta crise e como ela afetará a economia real.

(Valor Online, com agências internacionais)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG