SÃO PAULO - As bolsas europeias operam em queda nesta sexta-feira, envolvidas pelo pessimismo com relação às notícias dos âmbitos econômico corporativo, além das pressões dos bancos. Os dados sobre o http://ultimosegundo.ig.com.br/bbc/2009/01/23/gra+bretanha+entra+oficialmente+em+recessao+3573907.htmlPIB do Reino Unido divulgados nesta segunda-feira pela agência de estatísticas ONS, amargaram o humor dos investidores.

A economia britânica apresentou retração de 1,5% no quarto trimestre de 2008, ante os três meses anteriores. Este resultado confirma a situação de recessão do Reino Unido.

A Infineon Technologies AG, grande empresa européia do segmento de semi-condutores, também deu uma notícia desanimadora ao mercado. Um de suas subsidiárias, a Qimonda, anunciou que pode falir, diante do declínio dos preços de chips no mercado internacional.

O setor financeiro continua a preocupar os investidores. Os receios com relação à situação do setor na Europa fizeram com que as ações do BNP Paribas tivesse queda de 8,6% neste pregão. O Société Générale também estava com desvalorização, de 6,6%, enquanto o Barclays caía 13,2%.

O índice FTSE-100 de Londres, há pouco operava em baixa de 1,87%, aos 3.976,28. O CAC-40 francês estava em queda de 2,94%, com 2.785,16 pontos, enquanto o alemão DAX, operava no campo negativo, com desvalorização de 2,86%, aos 4.099,11 pontos.

(Vanessa Dezem | Valor Online com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.