BRASÍLIA - O deputado Ciro Gomes (PSB-CE) se licenciou hoje do mandato parlamentar pelo prazo de 30 dias. No documento encaminhado ao presidente da Casa, deputado Michel Temer (PMDB-SP), Ciro alegou motivos pessoais para o afastamento e pediu que a licença seja sem remuneração.

BRASÍLIA - O deputado Ciro Gomes (PSB-CE) se licenciou hoje do mandato parlamentar pelo prazo de 30 dias. No documento encaminhado ao presidente da Casa, deputado Michel Temer (PMDB-SP), Ciro alegou motivos pessoais para o afastamento e pediu que a licença seja sem remuneração. O suplente de Ciro, Pedro Ribeiro (PR-CE), não será convocado. A convocação de suplente só se dá quando o parlamentar se licencia por 120 dias ou mais. O parlamentar deverá reassumir o seu mandato no dia 28 de maio. O deputado havia se lançado pré-candidato à Presidência da República, mas teve a sua pré-candidatura negada pelo seu partido, o PSB, nesta semana. (Agência Brasil)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.