Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Depois de 4 dias de baixa, Bovespa sobe 2,20%; dólar cai a R$ 2,277

SÃO PAULO - Apoiada no bom humor externo a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) começa a sexta-feira com acentuada valorização. Com cerca de meia hora de pregão, o Ibovespa apontava alta de 2,20%, para 41.

Valor Online |

390 pontos, com giro financeiro em R$ 223 milhões.

Parte do bom humor decorre da notícia divulgada ontem, nos Estados Unidos, indicando que o governo estaria estudando subsidiar os devedores de hipotecas. Em Wall Street, o pregão ainda não começou, mas os índices futuros apontam para cima.

O dia também é positivo na Europa, onde os investidores seguem comprando apesar das notícias econômicas negativas, como a contração de 1,5% no Produto Interno Bruto (PIB) da zona do euro no quarto trimestre. Há pouco, o FTSE-100, de Londres, ganhava 1,06%, e o Xetra-DAX, de Frankfurt, subia 1,44%.

A menor aversão aos risco também estimula a venda de dólares. Há pouco, a divisa era negociada a R$ 2,277 na venda, queda de 0,48%.

Dentro do Ibovespa, os carros-chefe lideravam os ganhos. Petrobras PN aumentava 2,46%, a R$ 27,44, Vale PNA subia 2,68%, para R$ 30,60, e, com o terceiro maior volume, BM & FBovespa ON valorizava 4,29%, para R$ 6,80.

Os bancos e as siderúrgicas também recuperam valor. Itaú PN tinha alta de 2,61%, para R$ 25,12, e CSN ON ganhava 3,65%, a R$ 36,90.

Liderando os ganhos, Vivo PN subia 5,44%, para R$ 36,80. Refletindo corte de despesas e maior captação de clientes, o lucro líquido no quarto trimestre ficou em R$ 215,5 milhões.

Ganho também para a administradora de meios de pagamento Redecard, que teve lucro líquido recorrente de R$ 343 milhões, montante 53% no comparativo anual.

Apenas dois dos 66 papéis do índice apresentavam baixa, Ultrapar PN desvalorizava 0,21%, a R$ 56,17, e Transmissão Paulista perdia 0,65%, a R$ 42,71.

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG