Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Demanda ainda preocupa e preços do petróleo têm nova baixa

SÃO PAULO - As más notícias econômicas continuaram a surgir hoje e renovaram nos investidores do mercado de petróleo a preocupação em relação à tendência declinante da demanda global e, principalmente, nos Estados Unidos. O contrato de WTI negociado para o mês de fevereiro em Nova York fechou cotado a US$ 41,70, com queda de US$ 0,93. O vencimento para o mês seguinte declinou US$ 0,88, para US$ 46,51.

Valor Online |

Em Londres, o barril de Brent para o mês que vem fechou a US$ 44,67, com recuo de US$ 1,19. O contrato para março desvalorizou-se US$ 1,12 e fechou valendo US$ 47,55.

Depois de um aumento expressivo nos estoques americanos de óleo cru e derivados, os agentes repercutiram hoje a notícia de que o total de beneficiários recebendo seguro-desemprego nos EUA alcançou na última semana o patamar mais alto em 26 anos.

No pregão eletrônico, a commodity chegou a ensaiar valorização devido aos ataques no norte de Israel vindos do Sul do Líbano. Os agentes tendem a olhar toda e qualquer turbulência na região com muita cautela, temendo problemas de fornecimento por parte dos países produtores da região.

Há dois anos, quando a briga de Israel era com militantes do Hezbollah no sul do Líbano os preços do petróleo avançaram. Mas hoje o mercado deu mais importância para a estrutura de demanda pelo produto.

(Valor Online, com agências internacionais)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG