Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Delta confirma fusão com Northwest; junção cria maior empresa aérea do mundo

Nova York, 29 out (EFE).- A Delta Air Lines informou hoje que já recebeu permissão das autoridades americanas de defesa da concorrência para concluir sua fusão com a Northwest e, assim, criar a maior companhia aérea do mundo, que continuará tendo o nome da primeira.

EFE |

"O Departamento de Justiça dos Estados Unidos garantiu que não se oporá (à união), após analisar seu impacto competitivo", anunciou hoje a Delta em um comunicado.

Esta notícia chega seis meses depois de ambas as companhias aéreas terem chegado a um acordo para unir suas operações e formar uma única empresa com sede em Atlanta (Geórgia), com valor aproximado de US$ 17,7 bilhões.

A nova Delta voará a mais de 375 cidades do mundo - mais que qualquer outra companhia aérea - e terá mais de 75 mil empregados.

"Também dispõe da melhor estrutura de custos e um sólido balanço de liquidez que melhorará a capacidade da companhia de se adaptar à desaceleração da economia global", destacou a companhia aérea.

O presidente-executivo da Delta, Richard Anderson, assegurou que a nova empresa "será única e inigualável no que se refere à variedade de oferta e à qualidade de serviço".

"Como comprovamos várias vezes, este é um tipo de fusão diferente na indústria da aviação, graças à complementaridade de ambas as companhias", acrescentou.

O processo completo de fusão se estenderá por entre 12 e 24 meses. Enquanto isso, os clientes de ambas as empresas poderão continuar se dirigindo a cada uma delas de forma independente, como fizeram até agora.

Os responsáveis pela Delta e pela Northwest asseguram que as duas são as "companhias aéreas mais seguras do ponto de vista financeiro", e que sua união permitirá "a criação da melhor estrutura de custos" e gerará uma receita anual mínima de US$ 2 bilhões. EFE mgl/sc

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG