SÃO PAULO - A Dell terminou o segundo trimestre fiscal com receita de US$ 16,4 bilhões, com crescimento de 11% no confronto com um ano antes. O lucro líquido ficou 17% mais enxuto, passando para US$ 616 milhões, ou US$ 0,31 por ação, no trimestre fiscal do exercício em curso ante os US$ 746 milhões, ou US$ 0,33 o papel, de mesmo intervalo do calendário anterior.

Na base operacional, o lucro da fabricante de computadores pessoais correspondeu a US$ 819 milhões, com redução de 9%.

O diretor financeiro da empresa, Brian Gladden, explicou que os ganhos da Dell foram afetados por ações estratégicas para avançar em áreas como aquela voltada ao consumidor global.

A Dell alertou ainda que vê a continuidade de um conservadorismo nos gastos com tecnologia da informação nos Estados Unidos, que está se espalhando para a Europa e Ásia.

(Juliana Cardoso | Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.