Washington, 28 jul (EFE).- O déficit no orçamento dos Estados Unidos saltará para o número sem precedentes de cerca de US$ 490 bilhões no período fiscal de 2009, que começa em 1º de outubro, afirmou hoje uma fonte da Administração do presidente George W.

Bush.

No período fiscal de 2007, o déficit foi de US$ 163 bilhões, e a Administração Bush calcula que o déficit será de entre US$ 400 bilhões e US$ 410 bilhões no período fiscal de 2008.

O Escritório de Orçamento da Casa Branca deve divulgar ainda hoje (às 14h30 de Brasília) sua revisão das previsões.

A maioria dos analistas calculou que o déficit deste ano será de US$ 407 bilhões, e que para US$ 447 bilhões no ano seguinte.

O déficit no período fiscal de 2009 poderia refletir a desaceleração da atividade econômica e o custo dos pagamentos distribuídos em um pacote de estímulo econômico no valor de US$ 168 bilhões promulgado em fevereiro pelo presidente americano.

O número mais alto de déficit até agora foi o de 2004, com US$ 413 bilhões, que, corrigidos pela inflação, representariam hoje US$ 478 bilhões.

O déficit calculado para o período fiscal de 2009 equivalerá a 3% ou 4% do Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos, ainda muito abaixo do recorde de 6% que marcou durante a Presidência de Ronald Reagan, e que foi o mais alto desde o fim da Segunda Guerra Mundial.

EFE jab/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.