Tamanho do texto

O déficit em conta corrente dos Estados Unidos ampliou-se no segundo trimestre, para US$ 123,3 bilhões, informou hoje o Departamento do Comércio

selo

O déficit em conta corrente dos Estados Unidos ampliou-se no segundo trimestre, para US$ 123,3 bilhões, informou hoje o Departamento do Comércio. O número ficou praticamente em linha com a previsão dos economistas, que estimavam o déficit em US$ 123,5 bilhões. No primeiro trimestre, o déficit foi revisado para US$ 109,2 bilhões, ante os US$ 109 bilhões informados anteriormente.

De acordo com o Departamento do Comércio, o déficit comercial (exportações menos importações) do segundo trimestre subiu para US$ 131,6 bilhões, de US$ 114,5 bilhões no primeiro trimestre. O déficit de bens somou US$ 169,6 bilhões no segundo trimestre, superando US$ 151,3 bilhões no primeiro trimestre. Já as vendas de bens para o exterior pelos EUA avançaram para US$ 316,1 bilhões no segundo trimestre, de US$ 305,6 bilhões no primeiro trimestre.

As importações subiram para US$ 485,7 bilhões no segundo trimestre, de US$ 457 bilhões no primeiro trimestre. Os Estados Unidos registraram ainda um superávit em serviços de US$ 38,8 bilhões no segundo trimestre, de US$ 36,9 bilhões no primeiro trimestre. As transferências unilaterais, que incluem ajuda estrangeira norte-americana para outros países e recursos de trabalhadores estrangeiros para famílias que vivem fora dos EUA, registraram um déficit de US$ 32,9 bilhões no segundo trimestre, inferior ao déficit de US$ 34,9 bilhões no primeiro trimestre. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.