Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Déficit em conta corrente dos EUA cai 3,7% no 3º trimestre

Washington, 17 dez (EFE) - O déficit em conta corrente dos Estados Unidos caiu 3,7% no terceiro trimestre em relação ao anterior, até US$ 174,1 bilhões, informou hoje o Departamento de Comércio americano.

EFE |

O déficit baixou mais que o previsto, porque o auge das exportações ajudou a compensar um aumento das importações de petróleo.

Os economistas esperavam que o déficit entre julho e setembro ficasse em torno de US$ 178,8 bilhões.

O déficit representa 4,8% do Produto Interno Bruto (PIB) do país, contra 5,1% do segundo trimestre.

Na opinião dos analistas, o déficit continuará caindo nos próximos meses, devido a uma queda das importações de bens de produtos estrangeiros por causa da recessão.

A balança de conta corrente é a medida mais ampla das relações comerciais americanas com o resto do mundo, porque inclui não só o comércio de mercadorias e serviços, mas também os fluxos de investimento.

As exportações de bens subiram para US$ 346,5 bilhões, com o que contribuíram para uma redução do déficit de bens, enquanto as importações se expandiram até os US$ 561,2 bilhões.

O déficit comercial, que representava a maior parte do desequilíbrio da conta corrente, diminuiu 2%, até US$ 176,5 bilhões, no terceiro trimestre, a partir dos US$ 180,1 bilhões dos três meses anteriores.

Estes números, não ajustados à inflação, devem-se, sobretudo, à redução do preço do petróleo, que caiu nestes meses ao nível mais baixo em quatro anos, até US$ 40,8 por barril, frente aos US$ 147 de julho.

O superávit de serviços aumentou no período até US$ 38,2 bilhões, enquanto o excedente na receita por investimentos chegou a US$ 30,8 bilhões (9,2% a mais).

Os investimentos diretos nos Estados Unidos cresceram até US$ 66,1 bilhões, abaixo dos US$ 105,3 bilhões registrados no trimestre anterior.

No caso dos investimentos dos Estados Unidos no exterior cresceram US$ 56,9 bilhões entre julho e setembro, também abaixo dos US$ 84 bilhões do segundo trimestre.

O Departamento de Comércio americano revisou o déficit do segundo trimestre em baixa e ficou em US$ 180,9 bilhões, frente aos US$ 183,1 bilhões anunciados antes. EFE elv/db

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG