Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Déficit comercial dos EUA com Leste da Ásia ficou estável em junho

Washington, 12 ago (EFE) - O déficit dos Estados Unidos no comércio de bens com os países do Leste da Ásia se manteve praticamente estável em junho, a US$ 26,596 bilhões, informou hoje o Departamento de Comércio dos EUA.

EFE |

Em maio, o saldo negativo foi de US$ 26,568 bilhões e nos seis primeiros meses do ano alcançou os US$ 160,444 bilhões, comparado com um de US$ 172,032 bilhões no mesmo período de 2007.

Os países do Leste da Ásia contabilizam mais de 50% do déficit no comércio exterior de bens (sem contar os serviços) dos Estados Unidos, que, nos seis primeiros meses do ano, somou US$ 394,057 bilhões.

Um só país dessa região, a China, representou em junho 29% do déficit total no comércio de bens dos EUA.

O relatório do Departamento de Comércio americano mostra que o déficit com a China subiu de US$ 21,049 bilhões em maio a US$ 21,430 bilhões em junho.

O déficit entre janeiro e junho somou US$ 117,463 bilhões, frente a um de US$ 117,448 bilhões no mesmo período do ano anterior.

O déficit americano com o Japão, que foi de US$ 5,046 bilhões em maio, subiu a US$ 6,127 bilhões em junho.

Nos seis primeiros meses deste ano, o déficit com o Japão somou US$ 39,694 bilhões, comparado com um de US$ 40,138 bilhões no mesmo período do ano anterior.

Com o grupo que o Departamento de Comércio denomina de "países industrializados recentemente" -Hong Kong, Coréia do Sul, Cingapura e Taiwan-, os EUA tiveram em junho um superávit de US$ 2,213 bilhões, após um de US$ 1,049 bilhão em maio.

O superávit dos Estados Unidos em seu comércio de bens com o grupo foi de US$ 5,333 bilhões nos seis primeiros meses deste ano, comparado com um déficit de US$ 3,187 bilhões entre janeiro e junho de 2007. EFE jab/db

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG