Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Déficit britânico atinge 8,1 bilhões de libras, o maior desde 1946

Londres, 20 out (EFE) - O déficit fiscal do Reino Unido alcançou, no semestre terminado em setembro, seu maior nível desde 1946, quando começaram a ser reportadas as medições desse indicador, informou hoje o Escritório Nacional de Estatística (ONS). O déficit fiscal britânico aumentou no mês passado em cerca de 8,1 bilhões de libras (10,45 bilhões de euros), valor que quase dobra a alta de 4,775 bilhões de libras (6,16 bilhões de euros) registrada em setembro do ano anterior. Dessa forma, o déficit do Reino Unido já alcança neste ano fiscal (que acaba em abril de 2009) os 37,6 bilhões de libras (47,73 bilhões de euros), mais que o empréstimo total ao qual o Estado teve que recorrer em 2007. O valor é o maior contabilizado no país desde 1946, quando o trabalhista Clement Attlee (1883-1967) era primeiro-ministro e o Reino Unido se encontrava imerso em um enorme esforço de reconstrução após a Segunda Guerra Mundial (1939-1945). Isto confirma o que muitos sabíamos. O empréstimo (por parte do Estado) crescerá de forma espetacular no presente ano fiscal, comentou Paul Dales, economista da firma Capital Economics.

EFE |

O dado foi divulgado enquanto a receita por impostos diminui em decorrência da desaceleração do setor imobiliário e o impacto da crise de créditos sobre as companhias financeiras. EFE pa/db

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG