Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Decisão do Copom atrai foco dos investidores

SÃO PAULO - O evento mais relevante da quarta-feira é a decisão de juros do Comitê de Política Monetária (Copom). As expectativas estão divididas entre corte de 0,75 ponto a 1 ponto percentual, mas independentemente da decisão, a reação do mercado fica para quinta-feira, pois o resultado só é apresentado após o encerramento dos negócios.

Valor Online |

O corte de juros está apoiado em crescentes evidências de brusca desaceleração econômica e preços em trajetória de queda. Para alguns agentes, o BC já começa atrasado e uma redução inferior a 0,75 ponto teria efeito de aperto monetário, pois o mercado já trabalha com Selic de 13%. Essa será a primeira redução desde setembro de 2007. Pela o último boletim Focus, os agentes esperam que a Selic seja reduzida para 11,25% ao o final de 2009.

A agenda interna ainda reserva a segunda prévia do Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M). O Banco Fator estima deflação de 0,5 ponto. Na primeira leitura, o índice de preços no atacado registrou queda de 0,31%.

Os investidores ainda recebem o resultado parcial do fluxo cambial em janeiro. Segundo o BC, do dia 1 ao dia 9, o resultado estava negativo em US$ 873 milhões.

Nos Estados Unidos, a agenda de indicadores é magra, reservando os pedidos semanais por empréstimos hipotecários e a variação nos estoques de petróleo e derivados.

No âmbito corporativo, os agentes assimilam os resultados da IBM que noite de ontem surpreendeu ao reportar lucro de US$ 4,4 bilhões para o quarto trimestre do ano passado, superando as estimativas do mercado. Para hoje, são aguardados os números da Apple, BlackRock e eBay.

(Eduardo Campos | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG