Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Décima Rodada prevê licitação de 171 blocos, mas apenas em terra

BRASÍLIA - A 10ª Rodada de licitações de áreas para exploração de petróleo vai ser realizada no dia 18 de dezembro e leiloar 171 blocos em dez estados. A exploração será autorizada apenas em terra. A decisão foi tomada hoje (3) pelo Conselho Nacional de Política Energética (CNPE).

Valor Online |

Anteriormente, o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, havia dito que as próximas licitações poderiam incluir exploração em águas rasas, mas essa possibilidade foi descartada pelo conselho.

Também será realizada no dia 2 de dezembro, a 3ª rodada de campos marginais, com a licitação de 19 campos. O total licitado, nas duas rodadas, será de 107 mil quilômetros quadrados.

Com isso, estamos dando uma demonstração de que prossegue normalmente a lei que temos no Brasil a respeito do petróleo. Até que se altere a legislação, nenhum comportamento se modificou, garantiu o ministro referindo-se às mudanças estudadas pelo governo para adequar a legislação brasileira às recentes descobertas de petróleo na camada pré-sal.

Ao explicar o cancelamento das licitações para reservas no mar, Lobão justificou que as empresas exploradoras de petróleo, entre elas a Petrobras, já têm um número grande de campos à disposição e estão com dificuldades de explorá-los por falta de equipamentos.

Se fizéssemos hoje uma nova licitação no mar, as empresas ganhadoras não teriam condições de explorar o petróleo, porque já não estão explorando com os blocos que ganharam no passado, argumentou.

Lobão disse que a intenção do governo ao permitir apenas exploração em terra é possibilitar a participação de um número maior de interessados em explorar o petróleo no Brasil. Segundo ele, ao contrário do que acontece com a exploração no mar, a exploração terrestre desperta o interesse de um grande número de empresas.

(Agência Brasil)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG