A polícia dispersou centenas de manifestantes que protestavam contra o Fórum de Davos concentrando-se na tarde de sábado no centro de Genebra, apesar de uma proibição, constataram correspondentes da AFP.

Os manifestantes -entre 500 e "mais de 2.000", segundo diferentes estimativas dos organizadores- se encontraram perto da estação de Cornavin, a principal da cidade e foram bloqueados de imediato pela tropa de choque, quando tentavam realizar uma passeata.

Os ativistas atiraram garrafas e artefatos explosivos e a polícia respondeu com disparos de granadas de gás lacrimogêneo.

Na cidade, incidentes e choques esporádicos foram registrados durante toda a tarde entre a polícia, que algumas vezes recorreu a jatos d'água, e os militantes.

A situação voltou ao normal ao anoitecer.

Trinta pessoas haviam sido detidas preventivamente.

ale-dro/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.