Tamanho do texto

O Fórum Econômico Mundial de Davos convidou para sua sessão sobre a América Latina, em abril próximo, no Rio de Janeiro, o presidente cubano Raúl Castro, pelo interesse representado por seu país, tanto por suas oportunidades de negócios como pelo desenvolvimento social - informaram neste sábado os organizadores do evento.

A principal alegação para o convite é que "o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) de Cuba é mais bem situado do que em muitos outros países da América Latina".

O Fórum Econômico Mundial reúne a elite financeira, empresarial e política do planeta e é denunciado por organizações contrárias à globalização como uma reunião de responsáveis pela atual crise no mundo.

js/eg/sd