Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Daimler registra ganhos de 213 milhões de euros no terceiro trimestre

Frankfurt (Alemanha), 23 out (EFE).- A montadora alemã Daimler registrou lucro líquido de 213 milhões de euros no terceiro trimestre, mas seu lucro operacional caiu 65,7% por causa da crise financeira, o que forçou a empresa a revisar para baixo suas previsões para este ano.

EFE |

Segundo informação dada hoje pela Daimler, a companhia registrou lucro líquido no terceiro trimestre, ao contrário das perdas de 1,533 bilhão de euros no mesmo período do ano passado, quando teve efeitos extraordinários por causa da venda da montadora americana Chrysler.

No entanto, o Ebit (lucro antes de juros e impostos) caiu para 648 milhões de euros entre julho e setembro, resultado 65,7% inferior ao do mesmo período de 2007 por causa da crise financeira e da queda das vendas da Mercedes-Benz Cars.

"A intensificação da crise financeira, seus efeitos na economia real e a incerteza global dos consumidores influenciaram os resultados da Daimler", acrescenta o comunicado de imprensa.

A diminuição do lucro operacional entre julho e setembro aconteceu por causa da queda de 6% das vendas da Mercedes-Benz Cars, para 315.800 veículos, principalmente da América do Norte.

A Daimler também revisou de novo para baixo suas previsões para o lucro operacional deste ano em mais de 6 bilhões de euros, frente aos mais de 7 bilhões de euros que a montadora tinha previsto no final de julho.

Este resultado foi muito pior do que o esperado pelos analistas.

Além disso, o faturamento da Daimler encolheu 7% no terceiro trimestre, para 23,8 bilhões de euros, e as vendas diminuíram 3%, até 522.500 automóveis, em comparação aos números dos mesmos meses de 2007.

A Daimler interromperá temporariamente seu programa de recompra de ações perante a situação dos mercados financeiros.

As vendas da marca Mercedes-Benz caíram 8%, para 282.100 veículos. No entanto, as encomendas da marca Smart subiram 20%, até alcançarem 32.300 unidades.

No ano passado, a DaimlerChrysler vendeu uma participação majoritária de 80,1% da deficitária Chrysler ao investidor financeiro Cerberus Capital Management. EFE aia/wr/fal

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG