SÃO PAULO - A Daimler terminou o segundo trimestre com lucro líquido de 1,395 bilhão de euros, abaixo do 1,849 bilhão de euros registrados um ano antes. Por ação, o lucro saiu de 1,74 euro para 1,40 euro. O lucro antes de juros e impostos foi de 2,053 bilhões de euros, inferior aos 2,134 bilhões de euros do segundo trimestre de 2007. A receita da montadora teve ampliação de 6%, para 25,4 bilhões de euros.

As fortes vendas unitárias e mais melhorias de eficiência em todas as nossas divisões levaram a resultados muito bons em um ambiente difícil, declarou o presidente do Conselho de Administração do grupo, Dieter Zetsche.

Entre abril e junho, a Daimler vendeu 566.500 carros e veículos comerciais no mundo, superando em 10% a marca de um ano atrás.

Apenas para a divisão Mercedes-Benz Cars apresentou receita 3% maior no trimestre, de 12,9 bilhões de euros, e lucro antes de juros e impostos somou 1,212 bilhão de euros, alta de 1%. As vendas unitárias subiram 11%.

Apesar dos ventos contrários para a indústria automobilística e para a Daimler terem ficado mais fortes em razão da desaceleração do ritmo de crescimento global e da debilidade econômica nos Estados Unidos, a Daimler continua assumindo que todas as divisões serão capazes de alcançar suas metas de vendas unitárias para 2008 completo, declarou a companhia em nota.

A montadora espera que as vendas unitárias totais aumentem em 2008. No ano passado, foram 2,1 milhões de veículos. O grupo Daimler aguarda lucro antes de juros e impostos com suas operações continuadas de mais de 7 bilhões de euros no ano. A previsão anterior era de um resultado significativamente acima do nível de 2007 (7,7 bilhões de euros). Projeta ainda um ligeiro avanço na receita total anual após os 99,4 bilhões de euros em 2007.

Os dados estão na página eletrônica da Daimler.

(Juliana Cardoso | Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.