Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Daimler acusa fundo de investimento de dificultar compra de ações da Chrysler

Washington, 26 nov (EFE) - A fabricante alemã Daimler disse hoje que o fundo Cerberus, que detém 80,1% da Chrysler, está fazendo exigências exageradas para a troca do resto das ações do grupo americano (19,9%), o que dificulta a operação. Através de um comunicado, a Daimler afirmou que estas demandas do Cerberus superam o valor do investimento na Chrysler. Para a aquisição de 80,1% da Chrysler, o fundo investiu US$ 7,2 bilhões.

EFE |

"As reivindicações feitas agora vão além das possíveis obrigações estipuladas em contrato sob representações e garantias", continuou o comunicado.

"Os novos pedidos também incluem uma alegação de conduta fora do curso empresarial normal por parte da Daimler durante o momento da assinatura e o fechamento da transação, assim como a alegação de informação incompleta sobre a empresa", assegurou Cerberus.

"A Daimler rejeita estas acusações absurdas e as reivindicações que derivam delas como totalmente sem conteúdo", destacou a empresa.

Em 24 de setembro, a Chrysler confirmou que o fundo de investimentos Cerberus estava negociando com a Daimler a aquisição de 19,9% de títulos ainda em poder da empresa alemã.

Em maio de 2007, o Cerberus comprou 80,1% do grupo Chrysler, formado pelas marcas Chrysler, Dodge e Jipe, a Daimler por US$ 7,2 bilhões.

Nas últimas semanas, a General Motors (GM) negociou a possível aquisição do grupo Chrysler, mas a companhia finalmente decidiu não proceder com a operação devido à grave crise financeira à qual enfrenta. EFE crd/db

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG