Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Dados sobre o PIB confirmam estagnação da economia britânica no 2º trimestre

Londres, 30 set (EFE).- O Produto Interno Bruto (PIB) do Reino Unido não registrou no segundo trimestre nenhum crescimento a respeito dos três primeiros meses do ano, o que confirma a estagnação da economia britânica, segundo os dados publicados hoje pelo Escritório Nacional de Estatística (ONS, em inglês).

EFE |

No entanto, o PIB britânico cresceu 1,5% no segundo trimestre a respeito do mesmo período de 2007, o que representa uma revisão em alta de um décimo do número inicial anunciado pela ONS em 22 de agosto.

A economia britânica continua sua contração, já que cresceu 0,8% no segundo e terceiro trimestres de 2007; 0,5%, no quarto, e 0,3% nos primeiros três meses de 2008.

Por atividades, a produção industrial caiu 0,7% entre o primeiro e o segundo trimestres, afetada pelo setor manufatureiro, que caiu 0,9%.

O setor da construção teve queda de 0,5%, enquanto a produção total do setor serviços aumentou 0,2%.

A estagnação trimestral aumenta os temores de que o Reino Unido entre finalmente em recessão (dois trimestres consecutivos com crescimento negativo).

Em seu último relatório trimestral sobre inflação, o Banco da Inglaterra previu no início de agosto que a taxa anualizada de crescimento do PIB ficará no final deste ano e começo do próximo em torno de zero, como conseqüência de uma deterioração do mercado de trabalho, mais rigor das condições creditícias e uma queda maior que o previsto no mercado imobiliário.

Além disso, o banco central não descartou que a economia britânica possa desacelerar e entrar em recessão.

Além disso, hoje foi divulgado o balanço de conta corrente do Reino Unido - que mede as trocas com o exterior por transação de mercadorias, serviços, rendas e transferências - somou um déficit de 10,987 bilhões de libras (13,806 bilhões de euros) no segundo trimestre, o que representa 3% do PIB.

O déficit do primeiro trimestre tinha sido de 5,5 bilhões de libras (6,912 bilhões de euros), 1,5% do PIB. EFE pdj/an

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG