O número de desempregados na Rússia superou a assustadora cifra de 1,5 milhão de pessoas em janeiro, informou o ministério russo da Saúde e do Desenvolvimento Social nesta segunda-feira.

"Com base em informações coletadas em 14.100 organizações em toda a Rússia, o número de cidadãos desempregados registrados em agências regionais de emprego em 21 de janeiro de 2009 é de 1,548 milhões", indicou o ministério, citado pela agência de notícias RIA Novosti.

Em dezembro, a ministra da Saúde e do Desenvolvimento Social, Tatyana Golikova, alertou que o número de russos desempregados poderia aumentar em meio milhão em 2009, alcançando entre 2,1 e 2,2 milhões de pessoas.

Acredita-se que o número real de russos fora do mercado de trabalho seja até maior atualmente, e que pode aumentar ainda mais com o agravamento da crise econômica mundial, que derrubou a curva de crescimento do país.

De acordo com estudos realizados pelo Serviço Estatal de Estatísticas - que utiliza um critério mais abrangente em seus cálculos -, a Rússia tinha 4,5 milhões de desempregados em agosto do ano passado.

cal/ap

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.