Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Dados do Banco Central indicam recuperação do mercado de crédito

SÃO PAULO - O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, divulgou nesta segunda-feira números que mostram uma recuperação do crédito no País. Segundo ele, a concessão média diária de empréstimos em novembro (até o dia 26) cresceu 4,7% sobre outubro e 1% sobre agosto, mês que antecedeu a piora da crise financeira global.

Reuters |

Ao comentar os Adiantamentos sobre Contratos de Câmbio (ACC), Meirelles disse que o volume das operações nas últimas semanas de novembro e início de dezembro já atingiu valores acima da média anual, de mais de 200 milhões de dólares por semana. "Esse valor é mais que suficiente para as empresas rolarem dívidas", disse o presidente do BC durante um seminário da Standard and Poor's, em São Paulo.

Meirelles afirmou também que até o final de novembro já haviam sido liberados 94 bilhões de reais em depósitos compulsórios.

Ainda sobre as medidas que o governo vem adotando para combater os efeitos da crise global de crédito, o presidente do BC disse que, até agora, nenhum banco recorreu ao redesconto ¿instrumento facultado para as instituições financeiras que estivessem com problemas de liquidez.

LINHA DO FED

Os empréstimos a empresas brasileiras com reservas internacionais do país, anunciados na semana passada, devem ter como fonte de recursos a linha de 30 bilhões de dólares de swap do Federal Reserve com o Banco Central do Brasil, disse Meirelles. "Ainda não tomamos a decisão se vamos usar (a linha do Fed). Poderemos usar se julgarmos necessário."

Segundo ele, os recursos do Fed seriam sacados em parcelas de 5 bilhões de dólares.

Leia tudo sobre: bancop central

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG