Tamanho do texto

SÃO PAULO (Reuters) - A maior incorporadora imobiliária do país, a Cyrela, anunciou nesta segunda-feira, em conjunto com a Agra, que rescindiu memorando de entendimento assinado em junho para união das empresas. A operação foi cancelada devido à impossibilidade de compatibilização dos compromissos assumidos pelas companhias perante seus respectivos parceiros, no que tange à exclusividade de atuação conjunta com tais parceiros em certas regiões do país, informaram as empresas em comunicado.

Quando foi anunciada, em 23 de junho, a operação criaria uma companhia com banco de terras com potencial de venda de 30 bilhões de reais. No dia do anúncio, a ação da Agra chegou a disparar 37 por cento durante o pregão na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa).

Com a rescisão, a Cyrela pagará 120 milhões de reais por algumas participações societárias da Agra em empresas de propósitos específico criadas pela companhia para desenvolver empreendimentos imobiliários.