A Comissão de Valores Mobiliário (CVM) irá avaliar o mercado e, se necessário, imporá restrições e exigências às operações que exigem maior riso, disse há pouco a presidente da autarquia, Maria Helena Santana. A gente vai, diante do quadro, avaliar as medidas vigentes.

Ver se são suficientes e, se necessário, reforçá-las", afirmou.

Maria Helena lembrou que até instituições não exportadoras chegaram a realizar operações com exposição ao risco cambial e que isso foi fruto da concorrência no mercado de capitais e do "desejo de expandir participação no mercado". A presidente da CVM considera, no entanto, que não há motivos para impor às empresas a regras de adequação a investimento de acordo com o perfil de risco, já que espera-se que cada uma delas tenham o seu controle próprio.

Maria Helena participa da posse do novo presidente da Associação Nacional dos Bancos de Investimento (Anbid), Marcelo Giufrida.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.