Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Custos e câmbio levam Klabin a prejuízo de R$ 253 milhões no 3º tri

SÃO PAULO - A Klabin encerrou o terceiro trimestre deste ano com prejuízo líquido de R$ 253,14 milhões, contra um lucro de R$ 177,52 milhões registrado no mesmo período de 2007. A empresa mostrou piora tanto em seu desempenho operacional quanto no financeiro, este último agravado pelo efeito da valorização do dólar no endividamento.

Valor Online |

Entre julho e setembro, a companhia obteve receita líquida de R$ 770,2 milhões, alta de 6,56% sobre igual intervalo do ano passado. As vendas do período somaram 388 mil toneladas, uma expansão de 7,7% em um ano.

No entanto, o custo dos produtos vendidos cresceu muito mais, 22%, para R$ 587,9 milhões. A mudança no mix de vendas, além de maiores preços de insumos como óleo combustível, produtos químicos e gás foram apontados como os principais responsáveis pelo salto. As despesas também avançaram de forma importante, 30,2%, para R$ 133,18 milhões, influenciadas pelas rescisões de contratos de alguns executivos da companhia.

Até este momento, no entanto, a Klabin ainda estava no azul, mas os resultados financeiros agravaram o quadro, fechando o trimestre em R$ 447,1 milhões negativos, contra uma cifra positiva de R$ 101,2 milhões do mesmo período de 2007. A valorização do dólar ante o real gerou um custo de R$ 381 milhões para a empresa, que tem 50% da sua dívida atrelada à moeda americana.

Excluídos esses fatores, somou R$ 154,63 milhões a geração de caixa medida pelo Ebitda (lucro antes de impostos, juros, amortizações e depreciações), uma queda de 22,7% sobre o terceiro trimestre do ano passado, quando o valor ficou em R$ 200,13 milhões.

(Murillo Camarotto | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG